{ "data": [ { "event_name": "Lead", "event_time": 1695401185, "action_source": "system_generated", "user_data": { "lead_id": 1234567890123456 }, "custom_data": { "lead_event_source": "Your CRM", "event_source": "crm" } } ] }
Descubra as principais tendências de e-commerce para 2023 no Brasil, de IA à realidade virtual. Entenda como a Cubbo pode otimizar sua estratégia.

As Principais Tendências do E-commerce para 2023: Uma Perspectiva Brasileira

O Brasil, conhecido por sua rica cultura e diversidade, não é apenas um país com caráter único, mas também um mercado em rápida evolução

Isso é especialmente verdadeiro no contexto do e-commerce, que tem experimentado um crescimento explosivo e transformações significativas nos últimos anos

A digitalização tem influenciado não apenas a maneira como os brasileiros compram, mas também a maneira como interagem e se relacionam com as marcas.

Nesse cenário, as tendências globais desempenham um papel crucial, moldando o ambiente de e-commerce e definindo novos padrões para a experiência do consumidor

Como qualquer mercado vibrante, o Brasil não está isolado dessas tendências, mas sim, profundamente influenciado por elas.

E aqui estão algumas das tendências globais que também se aplicam ao Brasil 👇

1. Personalização através da IA

Em um mercado tão competitivo quanto o e-commerce, a personalização se tornou um diferencial. Graças à IA, os varejistas podem oferecer uma experiência única a cada cliente

No Brasil, essa tendência está começando a ganhar terreno. 

Empresas como a Magazine Luiza, uma das líderes do varejo, estão aproveitando o poder da IA para personalizar a experiência do usuário. 

Como?

Com a ajuda de algoritmos sofisticados, eles conseguem oferecer recomendações de produtos adaptadas ao histórico e preferências de cada cliente, melhorando significativamente a satisfação do cliente e aumentando as taxas de conversão.

2. AR e VR

Embora a realidade aumentada (AR) e a realidade virtual (VR) ainda estejam nos estágios iniciais de adoção no Brasil, essas tecnologias já estão começando a remodelar a experiência de compra

Por exemplo, algumas lojas de móveis permitem que os clientes visualizem como um item se encaixaria em sua casa por meio de AR antes de fazer uma compra. 

O mesmo se aplica para empresas de vestuário com seus provadores virtuais.

A medida que a tecnologia continua a evoluir, podemos esperar ver mais varejistas brasileiros explorando as possibilidades oferecidas pela AR e VR para enriquecer a experiência do cliente.

3. Modelos de assinatura

A praticidade e a personalização oferecidas pelos modelos de assinatura os tornaram populares entre os consumidores brasileiros

Empresas que operam em categorias de beleza, alimentos e até mesmo moda estão oferecendo caixas de assinatura que entregam produtos selecionados de acordo com as preferências do cliente diretamente à porta do consumidor em um intervalo regular

Esses modelos de negócios não apenas proporcionam uma fonte de receita recorrente para os varejistas, mas também permitem que eles desenvolvam um relacionamento mais profundo e duradouro com seus clientes.

Na Cubbo, temos um ótimo exemplo de empresas que já internalizaram o Modelo de Assinaturas em seu negócio:

Uma empresa focada em vender cereais fit para adultos e oferece essa opção.

4. Marketing conversacional

Os assistentes virtuais e chatbots estão sendo amplamente adotados pelas empresas brasileiras.

Eles permitem que as empresas respondam às perguntas dos clientes rapidamente, além de oferecer um atendimento personalizado e eficiente. Além disso, essas ferramentas também são usadas para recolher dados valiosos que podem ser usados para melhorar ainda mais a experiência do cliente.

5. Re-commerce

O re-commerce, ou a venda de produtos usados, é outra tendência que está crescendo no Brasil. 

Empresas como a Enjoei estão facilitando a venda de produtos usados, oferecendo uma plataforma fácil de usar que conecta vendedores e compradores. 

Além de oferecer aos consumidores uma maneira de ganhar dinheiro com itens que não precisam mais, o re-commerce também é ambientalmente amigável, uma vez que ajuda a reduzir o desperdício.

6. Compras sensoriais

Embora ainda esteja nos estágios iniciais no Brasil, as compras sensoriais estão emergindo como uma maneira de proporcionar uma experiência mais rica e envolvente aos clientes

Também conhecidas como marketing sensorial, envolvem o uso de estímulos que atraem os cinco sentidos dos consumidores: visão, audição, tato, olfato e paladar, com o objetivo de criar experiências de compra mais imersivas e memoráveis.

No contexto das compras online, essa tendência pode ser vista na tentativa de recriar a experiência de uma loja física no ambiente digital

7. Comércio unificado

O comércio unificado está se tornando uma necessidade para os varejistas brasileiros. 

Os consumidores esperam uma experiência de compra perfeita, independentemente do canal que escolherem para interagir com uma marca. Isso inclui ser capaz de navegar facilmente entre plataformas online e físicas, tendo uma visão consistente do inventário de produtos e recebendo um atendimento ao cliente uniforme.

Além de claro, uma entrega rápida e confiável.

8. Entrega OOH

Outra tendência emergente é a entrega fora de casa (OOH), que permite aos consumidores receber seus pedidos em locais convenientes, como estações de metrô ou armários de coleta. 

Esta opção está se tornando popular entre os brasileiros que estão sempre em movimento, pois oferece uma maneira flexível de receber pedidos sem a necessidade de estar em casa em um horário específico.

Essas tendências globais estão moldando o e-commerce brasileiro, mas também é importante notar que cada mercado tem suas especificidades

No Brasil, por exemplo, uma particularidade é a prevalência de pagamentos parcelados. Muitos consumidores brasileiros preferem dividir suas compras em várias parcelas, e os varejistas online estão se adaptando a essa preferência.

No futuro, podemos esperar que essas e outras tendências continuem a evoluir à medida que a tecnologia avança e as expectativas dos consumidores mudam

O Futuro do E-commerce no Brasil

O futuro do e-commerce no Brasil é promissor. 

Espera-se que o mercado continue a crescer a um ritmo acelerado, impulsionado por fatores como a crescente penetração da internet, a adoção de tecnologias móveis, a melhoria da infraestrutura de logística e a expansão do mercado de pagamentos digitais.

Prevê-se também que tendências globais, como a personalização através da IA, a realidade aumentada e a realidade virtual, e os modelos de assinatura, desempenhem um papel cada vez mais importante no mercado de e-commerce brasileiro. 

As empresas que conseguirem adotar essas tendências e adaptá-las ao contexto local, serão capazes de se diferenciar e conquistar uma vantagem competitiva.

Conclusão

O cenário do e-commerce no Brasil é, sem dúvida, dinâmico e repleto de oportunidades. Mas, decifrar esse labirinto de tendências globais e peculiaridades locais pode ser uma tarefa assustadora

Entender cada uma dessas dimensões não é um luxo; é uma necessidade para quem quer triunfar no mercado digital brasileiro.

É exatamente aqui que a Cubbo se destaca como um parceiro logístico estratégico

Não somos apenas uma empresa que oferece tecnologia avançada; somos uma extensão da sua estratégia de negócios. 

Da personalização até modelos de assinatura que cativam o consumidor, nossas soluções são desenhadas para capturar a essência das mudanças em tempo real e adaptá-las à realidade brasileira.

Mas por que parar na mera adaptação? 

Com a Cubbo, você não só acompanha as tendências, como também se torna um formador delas.

O futuro do e-commerce no Brasil não é apenas brilhante; ele é moldável, e com a Cubbo ao seu lado, você tem as ferramentas para moldá-lo a seu favor.

O futuro já começou. 

Você está pronto para simplificar sua logística com a Cubbo?

Confira também: