Home

>

Logística

>

Como funciona a logística de e-commerce + dicas para fazer

Você sabe o que está por trás da logística para e-commerce? Apresentamos aqui como montar a sua e as principais dicas para não errar!

Produzido por  

Lucas Garcia

  -  

21/3/24 7:34

Como funciona a logística de e-commerce + dicas para fazer

Investir em uma logística para e-commerce é fundamental para os clientes receberem o melhor serviço, com tempo de entrega ágil e produtos que chegam no prazo, sempre nas melhores condições. Essa logística deve ser mantida por profissionais competentes e que entendam como funciona o sistema de entrega, assim como recursos e tecnologias da área.

A melhor maneira de focar em entregar o melhor para seu cliente é contratar uma empresa de logística para e-commerce que cuide desses processos — que não são poucos! Assim, por conhecer boas práticas para sua logística, você garante o melhor para sua loja online e fornece um serviço de qualidade para seus clientes. 

Quer entender melhor como esse processo funciona e algumas dicas de como escolher um centro para isso? Continue na Cubbo e leia sobre! 😉

Quais são as etapas da logística de um e-commerce?

O primeiro passo para implementar uma boa logística em seu negócio é conhecer as diversas etapas e pilares que integram a logística do e-commerce.

No geral, a maioria das pessoas acredita que o processo logístico de um e-commerce começa a partir do momento em que o cliente clica no botão de compra. Porém, a verdade mesmo é que ele começa a partir do armazenamento e gerenciamento dos produtos e vai até a entrega do pacote

Nesse sentido, essas etapas, quando unidas e compreendidas como o mesmo processo, mostram como realizar a entrega perfeita.  Confira como elas funcionam:

Armazenamento dos produtos

O armazenamento dos produtos desempenha um papel crucial no sucesso das operações, sem esse processo, não há como realizar as conversões e gerir os próximos passos. Assim, é necessário um local organizado e com grande espaço para comportar todo o estoque e permite que as empresas tenham vários itens do mesmo tipo.

Gerenciamento do armazenamento

Só armazenar não basta. É fundamental administrar o estoque para prevenir problemas de escassez. Especialmente em setores sensíveis, como alimentos ou itens com longa validade. Nesse sentido, esse processo é crucial para lidar com essas questões, especialmente para estar segundo as regulamentações como as da ANVISA. Isso implica o controle de lotes, além de outras medidas.

Processo de nota fiscal da compra

Na logística no e-commerce, o primeiro passo é gerar a nota fiscal, que é a nota que atesta que determinado produto saiu das dependências da empresa e será enviado até o cliente. Na nota consta o nome da empresa, a natureza da operação, o tipo de item, a quantidade e, claro, o nome do destinatário. 

Para o produto sair e ser entregue ao cliente, a nota é obrigatória por lei. Sem nota, um caminhão e qualquer transportadora não estão autorizados a levar o produto até o cliente, por isso, muita atenção a esse aspecto.

Processo de picking

Quando um pedido é confirmado no e-commerce, é de responsabilidade da logística realizar o picking, que é a separação do objeto aos clientes. Existem vários critérios usados nesse processo, como o lote do produto, a localização do item no depósito e a onda de produção de entrega. É fundamental que esse processo esteja otimizado para a entrega ser a mais rápida possível. 

Processo de packing

Diferente do picking, que é a separação dos itens para o cliente, o packing é onde eles são embalados. Esse é um processo importantíssimo que define qual é a embalagem perfeita, pois previne que o produto quebre, chegue em bom estado e pronto para o uso do cliente.

Processo com a transportadora

Além dos dois serviços, de separação e de embalagem, o produto deve ser enviado na transportadora ideal. O gerenciamento da transportadora deve ser de ótima qualidade e seguir as melhores rotas para cumprir a entrega no tempo determinado e da maneira mais ágil possível para o cliente.

Processo de envio e rastreio da entrega

Terminada o empacotamento, o item a ser entregue é colocado na transportadora, então, é hora do envio propriamente dito e do last mile para e-commerce entrar em ação. Nessa última etapa, o produto é colocado no caminhão da transportadora com um código de rastreio cedido ao cliente para que acompanhe a entrega. 

É essencial ceder aplicativos para o cliente conseguir entender exatamente onde está o produto e acompanhar a entrega. Também vale reforçar a necessidade de a transportadora ser de muita qualidade, com bons profissionais e que, de fato, atualizem o sistema conforme o produto segue viagem e chegue até o cliente.

3 dicas para melhorar e agilizar a logística do e-commerce

Para otimizar a sua logística para e-commerce, é fundamental seguir as principais dicas que tornam o serviço de entrega muito mais completo e eficiente. Elas são fundamentais para você investir em uma logística para e-commerce que entrega o que o público precisa no melhor tempo possível.

1. Acompanhe os KPIs do e-commerce

Key Performance Indicator (Indicador-Chave de Performance) é fundamental para acompanhar a evolução do e-commerce e como seus processos estão sendo realizados. Por meio da análise constante do KPI, é possível identificar os pontos fortes e fracos do e-commerce e o que fazer para solucioná-los.

Há vários desses indicadores que estão disponíveis para análise e devem ser considerados constantemente. Eles certamente irão melhorar sua rotina e permitirão uma evolução na forma como a logística funciona em seu negócio. Veja os principais abaixo: 

Ticket médio

Ticket médio é o valor médio das vendas de uma empresa, ele considera itens como o número das vendas, o volume, o lucro, o valor médio de cada produto e o poder de compra dos clientes da empresa. Tudo isso em abordagens diferentes ou com todos os dados considerados ao mesmo tempo.

Taxa de conversão

A conversão é o número de clientes que interagem com uma campanha de marketing ou que simplesmente entram no e-commerce e acabam por comprar os produtos. Quanto mais clientes convertidos, melhor para a loja virtual, já que isso significa que, de alguma maneira, o site consegue captar a atenção do público e gerar vendas.

LTV

Lifetime Value, ou LTV, é o lucro que um cliente ofereceu para a empresa enquanto se manteve consumidor dela. É uma métrica importante, pois mostra o que cada cliente converteu e pelo o que foi responsável para a empresa vender. É um indicador fundamental para estudar os clientes da empresa.

Taxa de carrinho abandonado

Para um e-commerce, um dos melhores KPIs é a taxa de abandono de carrinho, que, como o nome já indica, observa quantos carrinhos com produtos foram abandonados pelos clientes.

Há várias razões para um carrinho ser abandonado, como mau funcionamento do site, ofertas que não são atrativas e outras falhas. É importante verificar esse ponto para conseguir melhorar seu e-commerce.

CAC

O Custo de Aquisição de Cliente é uma métrica importante para entender como os clientes são trazidos para a empresa, algo fundamental para um negócio saber se manter e também enriquecer sua logística para e-commerce. Dessa forma, a empresa se torna capaz de ponderar os custos para atrair e reter clientes.

Tráfego do site

Controlar e observar o tráfego deve fazer parte da rotina da empresa, pois, assim, é possível verificar o número de usuários da loja online e planejar, junto às empresas de logística para entrega, as melhores estratégias para entregar os produtos e os itens comprados.

Retorno sobre investimento ROI

Por fim, uma das taxas mais essenciais para o sucesso de um e-commerce é o ROI, ou Retorno de Investimentos. Ela calcula o retorno para tudo o que o e-commerce investiu, seja em design, em clientes ou em qualquer outra área. É um dos KPIs mais versáteis e inteligentes para se aplicar em sua loja virtual.  

2. Adote uma política de logística reversa

A logística reversa é a abordagem de um produto comercializado ou produto pela empresa a partir do consumidor, deste modo fazendo o caminho inverso do que costuma realizar e por isso o nome. Por meio dela, é possível realizar alguns serviços exclusivos, como o recolhimento de um produto avariado ou inutilizado para reciclar.

A logística para e-commerce deve ter algum grau de comprometimento com a reversa para que, assim, seja possível recolher produtos com defeitos e recolhê-los. É uma forma eficiente de atender o consumidor e oferecer adicionais à sua experiência de compra. 

Além disso, esse também é um processo que deve ficar claro ao cliente. Afinal, eles não estão interessados apenas em entender o funcionamento da política de devolução de um e-commerce, mas também apreciam a facilidade com que essa operação ocorre e como pode ser benéfica.

De acordo com a E-commerce Brasil, uma pesquisa da Inmar Intelligence revela que 92% dos consumidores considerariam comprar novamente no mesmo site se o processo de devolução fosse fácil. E, 67% dos consumidores verificam a política de devolução dos varejistas antes de realizar uma compra online.

3. Confie na Cubbo, a empresa de fulfillment do seu e-commerce

A Cubbo é a empresa perfeita para cuidar da logística para o seu e-commerce, pois não se trata apenas de um serviço de logística, mas de fulfillment. Por meio do processo de fulfillment, é possível centralizar todas as etapas que mencionamos sobre a logística em um só lugar, com uma prestadora de serviços de confiança.

Dessa forma, a Cubbo fica responsável por emitir as notas do seu produto, embalá-lo, entregar à transportadora e cuidar de todas essas burocracias, tudo de maneira eficiente e bastante rápida, sem atrapalhar a sua rotina.

Ao contrário, com a Cubbo, você tem uma empresa prática e com muita experiência para realizar todos os processos logísticos e garantir o melhor atendimento ao seu público. Conte com profissionais para entregar seus produtos aos clientes de maneira rápida e muito competente.

Viu só? Ao escolher um fulfillment center como parceiro, garanta um armazenamento muito mais organizado e, ainda, um processo de picking e packing ágil e eficaz para todos seus clientes.

Gostou do conteúdo e quer entender mais? Navegue pelo blog da Cubbo e fique ligado em nossas postagens. Abraços e até a próxima leitura! 😊

Quer saber mais sore Fulfillment? Veja também!